14 dicas para você que está indo para Turquia pela primeira vez

Como alguns de vocês acompanharam no meu Instagram @dougpelomundo, passei a virada do ano na Turquia, em uma viagem ganha pela Célia Tur que foi muito especial e diferente. Ao todo foram 10 encantadores dias viajando por essa terra maravilhosa, vendo e vivendo história! Nunca me senti tão ignorante em um lugar como me senti na Turquia. Rs Aprendi muito e sem dúvida voltei com minha mala ainda mais pesada de conhecimento. Arrisco dizer que o mundo nasceu lá. Por quantas guerras passaram!Por quantos povos aquela terra foi tomada! Sabiam que o cristianismo nasceu lá? E que virgem Maria morreu em uma montanha na Turquia? Pois é… Isso é só uma prévia do que vocês vão ver por aqui. Ao todo viajamos 2.154 km de ônibus, com algumas paradas e pernoites, visitando lugares inimagináveis, imponentes mesquitas, cidades subterrâneas e rindo muito, é claro. Rs Nessa trip, além da minha mãe, tive alguns companheiros de viagem que foram a Phynna, a Tininha e o Netto (luz própria), que vocês já estão cansados de ver por aqui né?! hahaha

Os posts vão acontecer de acordo com nosso roteiro, que começou por Istambul e passou por Ankara, a capital da Turquia, Capadócia, Konya, Pamukkale, Efeso, Kusadasi, Bursa e então Istambul novamente. Tá Doug e esse post vai ser de que então? Esse em especial vai ser só com dicas para você que tá indo para Turquia pela primeira vez e tá cheio de dúvida, assim como eu tinha antes de ter estado lá! 😉

Pensando nisso reuni 14 essenciais dicas para vocês, para chegarem lá se sentindo turcos! Rs

Dicas do Doug para a primeira viagem a Turquia:
  • Horário: São 5 horas a mais em relação ao Brasil (horário de Brasilia)
  • Dinheiro: Na Turquia a moeda oficial é a Lira Turca e embora o euro ou dólar sejam bem aceitos, é sempre bom ter uma quantia em liras, para compras em lugares menos turísticos ou para evitar conversões desfavoráveis. É possível encontrar casas de cambio em todos os lugares, principalmente em Istambul. A lira e o real é quase 1 por 1, o que faz você ter uma ótima ideia do quanto esta gastando. 😉
  • Idioma: A língua oficial é o Turco, com alfabeto em latino. O inglês é bem aceito porém é comum encontrar pessoas que só falam turco, aí vence quem faz a melhor mímica. HAHAHAH
  • Religião e costumes: Todas as religiões são respeitadas embora grande parte da população seja muçulmana. Dá pra perceber que a prática do Islamismo foi adaptada aos tempos modernos e muitas regras da religião foram “quebradas”, como é o caso do uso da burca que foi proibida por lei. Ou seja, na Turquia todos se vestem da forma que acharem melhor e não serão repreendidos por usarem uma blusa cavada ou bermuda, a menos que esteja entrando em uma mesquita. Mas se isso acontecer, eles te darão um pedaço a mais de pano para se cobrir. Rs
  • Voltagem elétrica: 220 volts, com tomada de dois pinos redondos.
  • Comida: A cozinha turca é deliciosa e os pratos variam muito de acordo com a região em que você está. Os kebaps estão espalhados por todo lugar, assim como o çay, o delicioso chá turco.
  • Segurança: A Turquia já foi um dos países mais seguros da Europa, mas com essa onda de atentados além de estar levando o país para o buraco deixa as pessoas um pouco receosas de irem viajar. Nós fomos em uma época complicada e inclusive aconteceram atentados enquanto estávamos por lá, mas de forma geral não passamos por nenhuma situação de risco ou de medo, muito pelo contrario… Sempre seguros e tranquilos. Eu, Douglas, particularmente acho que estamos sujeitos a um ataque terrorista em qualquer lugar do mundo, seja ele no Rio ou na Turquia. Devemos estar sempre atentos, mas infelizmente não há como evitar.
  • Comunicação: Internet wifi está disponível em quase todos os lugares, é só pedir a senha ao dono do estabelecimento que ele te dará sem problemas. Nós compramos o SIM card da Türk Telecon, e pagamos 100 liras por 8GB de internet.
  • Clima: No verão é um maçarico de quente e pouco chuvoso, já no inverno é um frio congelante e com chuva. Quando digo congelante, é congelante mesmo… vocês verão! Rs
  • Preços: Particularmente achei a Turquia um país muito barato. Seja para comer bem, beber bem, comprar coisas legais… Tudo além de negociável é barato. A guia falou que os preços estão cada vez mais baixos, já que o turismo anda fraco. Ex: compramos jaquetas de couro por 120/150 dólares e lustres feitos a mão por 150 liras turcas, que equivale a 150 reais.
  • Principais produtos a comprar: Tapetes, cerâmicas, produtos de olaria, temperos, chás, lustres de vitrais de mosaico, instrumentos musicais típicos, almofadas, tecidos, artigos de couro… iiiiii, é de se perder! Rs
  • Horário comercial: Bancos, correios e principais repartições públicas funcionam das 8h30 às 12h e das 13h às 17h. Já as lojas costumam ficar abertas das 9h às 18h, com exceções nas áreas mais turísticas.
  • Ramadã: é um periodo do ano onde os turcos ficam sem comer nada do amanhecer ao anoitecer. A guia falou que em alguns lugares os restaurantes nem abrem durante esse horário, então é bom sempre pesquisar o período do Ramadã antes de viajar, pois a data varia de acordo com o ano.
  •  Banheiros: Ué Doug, porque você tá falando disso? Banheiro não é tudo igual? Pois é, depende… Em alguns lugares da Turquia você pode ter a surpresinha de não encontrar vaso sanitário, e sim um buraco no chão, apenas. Ah, e em alguns lugares é necessário pagar 1 lira para poder usar o banheiro.

Salve essa lista e leve na viagem com você. A partir de agora, se segureeeeeem… Vem coisa boa por aí! 😉

Um beijo,

Doug Pelo Mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s